Como Transferir Dinheiro para o Exterior? | Focco Turismo

Como Transferir Dinheiro para o Exterior?

Quando se pensa em como enviar dinheiro para o exterior é preciso compreender os diferentes termos que formam a remessa internacional.

Dentre os processos mais comuns estão: disponibilidade, manutenção de residente, doações entre outros.

A remessa internacional trata-se do envio de dinheiro para uma conta no exterior que, por envolver questões menos burocráticas e não necessitar a mesma segurança do papel moeda, proporcionam custos bem menores para sua realização, além de permitirem a mobilização de valores bem superiores ao do trabalhado com dinheiro em espécie.

Tendo sua finalidade definida, fica fácil de se calcular a quantidade de impostos que incidirão em sua transação, haja vista que o Banco Central do Brasil dispõe de um enquadramento e “natureza” cambial específica para cada remessa de dinheiro para o exterior de acordo com sua respectiva característica cambial.

Por que saber qual é a natureza (ou finalidade) da minha remessa?

A finalidade, ou natureza da operação, é o fator preponderante para determinação dos impostos incidentes na operação e das documentações necessárias para sua concretização.

Basicamente, dependendo da natureza da operação de remessa, pode ocorrer a incidência de 3 principais custos e impostos sobre o valor comercial da moeda:

  • Taxa de transferência ou custo de Contrato de SWIFT: valor fixo cobrado pelo banco ou corretora por cada operação de remessa;
  • IOF (Imposto sobre Operações Financeiras): dependendo da operação, poder-se-á caracterizar-se como isento ou chegar a atingir valores de até 6,38% sobre a operação;
  • Imposto de Renda: da mesma forma como o IOF, o IRRF (imposto de renda) depende da finalidade ou natureza da operação para a definição de sua alíquota. Além disso, é importante saber qual o país de destino ou origem da operação, uma vez que, há países que com acordos bilaterais com o Brasil para se evitar a bitributação.

Além de compreender os impostos e custos inerentes à sua operação, é fundamental também a compreensão do spread cobrado para se avaliar a qualidade do negócio que está realizando.

Claro, busque sempre por instituições sérias, habilitadas para operar no mercado de câmbio, que ofereçam um serviço diferenciado e que sejam transparentes.

Além destes custos, vale ressaltar atenção ao spread cobrado sobre o custo da operação. O spread é basicamente a diferença entre o valor da cotação comercial e o valor que a casa de câmbio fornece ao cliente final. Este valor, para a compra de moeda estrangeira varia entre 2 a 5% em operações até 100 mil de reais.

Quais as operações de remessa internacional mais usuais?

As remessas internacionais podem ser separadas em duas grandes categorias, principalmente de acordo com seu remetente. Em outras palavras, o remetente das remessas internacionais podem ser Pessoas Físicas ou para Pessoas Jurídicas.Vejamos:

1 – Remessas para Pessoa Física:

  • Disponibilidade;
  • Doações;
  • Pagamento por serviços;
  • Envio de doação internacional.
  • Manutenção de estudantes (intercambistas) ou de residentes;
  • Contribuição para a seguridade social estrangeira;
  • Contribuição para clubes e entidades associativas;
  • Pagamento de impostos no exterior;

2 – Remessas para Pessoa Jurídica:

  • Importações e Exportações;
  • Pagamento de Dividendos;
  • Pagamento de Ajuste Operacional;
  • Operações Back-to-Back;
  • Pagamento de Serviços de quaisquer natureza;

Onde realizar minhas remessas: bancos ou casas de câmbio?

A dinâmica da burocracia varia bastante de lugar para lugar. Por princípio, os Bancos são autoridades de mercado, por isso possuem a facilidade de poder “pular” algumas das etapas de Compliance como a comprovação de renda, documento de identidade e comprovante de residência, fazendo-os portanto estar em uma posição de maior conveniência para o cliente. Em outras palavras, esta agilidade documental resulta em repasse de custos mais altos, assim como estão as casas de câmbio localizadas em aeroportos para a compra de moeda em espécie.

Por outro lado, algumas casas de câmbio, para se adequarem às normativas de Compliance do Banco Central e do COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) exigem que o cliente compareça pessoalmente para assinar o contrato de câmbio e apresente seus documentos. A questão central é proteger o sistema financeiro contra crimes de lavagem de dinheiro e evasão fiscal.

Existem também as empresas de tecnologia financeira (Fintechs) que desenvolvem plataformas online para agilizar os processos burocráticos para o envio de dinheiro ao exterior . Tomem bastante cuidado ao contar com os processos totalmente digitais, uma vez que ultimamente estas empresas estão enfrentando fortes sanções fiscais por não estarem totalmente de acordo com as normas de verificação de compliance exigidos pelas autoridades governamentais. Além disso, há relatos de clientes que perderam o valor remetido ao exterior ao realizarem operações por aplicativos dessas empresas.

Algumas casas de câmbio também contam com este serviço em seu portfólio, procuro uma empresa que tenha reputação positiva no mercado, seja experiente com os processos tecnológicos disponíveis, que esteja de acordo com as normativas fiscais vigentes e que oriente o cliente com propriedade sobre qual caminho confere segurança, agilidade e custo.

Quais as informações necessárias para realizar uma remessa internacional?

Para fazer uma transferência internacional é comum o pedido da finalidade da remessa e informações técnicas como:

  • Doc de identificação do Remetente (quem envia) com CPF;
  • Comprovante de Endereço do Remetente (quem envia) ;
  • Comprovante de Renda (Declaração do IR atualizada) – para valores superiores a 15.000 USD;
  • Dados de conta do Destinatário (quem recebe) Código SWIFT, IBAN, ABA e demais dados de conta bancária assim como cidade e país da conta;

Sempre conte com uma instituição experiente e profissional para auxiliá-lo nos processos de transferências internacionais

A Focco Turismo investe na capacitação de seus executivos de contas, sempre preparados para te ajudar na análise da melhor cotação, encontrando processos modernos e inovadores que garantam menores taxas, menos burocracia, mais eficiência e um atendimento personalizado.

Contamos com uma equipe qualificada e experiente nos processos de compra e venda de moedas estrangeiras, na formatação de pacotes de turismo (desde a elaboração de planejamento da viagem até receptivos e passeios, tickets de parques, ingressos e mais), e na realização de diferentes remessas internacionais:

  1. Transferências de patrimônio: transferência de valores ao exterior correspondentes ao patrimônio de pessoas que estejam mudando de país (residência);
  2. Disponibilidade no exterior: transferência de recursos de depósito em conta no exterior de titularidade do cliente;
  3. Manutenção de residente: transferência financeira a título de manutenção de pessoas físicas no exterior. Público principal: estudantes universitários, adolescentes em intercâmbio e parentes próximos;
  4. Serviços de educação: pagamento de taxas escolares, inscrição em cursos, congressos, seminários, despesas cobradas por instituições de ensino (alojamento, alimentação, fornecimento de material didático);
  5. Transferências corporativas: transferências empresariais, pagamentos e recebimentos internacionais, importação e exportação, dividendos.

Quer saber como transferir dinheiro para o exterior com eficiência encontrando o caminho com menos custos?

Na Focco Turismo você faz suas transferências internacionais devidamente autorizadas e regulamentadas pelo Banco Central do Brasil com total rapidez, transparência e segurança, além de oferecermos as melhores condições do mercado.

Temos uma equipe executiva de contas treinada no segmento de private banking para lhe auxiliar com o melhor caminho. Preencha o formulário abaixo e veja como podemos te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dólar Americano (USD):
Consulte
EURO (EUR):
Consulte
Libra Esterlina (GBP):
Consulte
Dólar Australiano (AUD):
Consulte
Dólar Canadense (CAD):
4.4261
Franco Suiço (CHF):
Consulte
Fale com um consultor agora!