Envio Internacional - Opções Disponíveis | Focco Turismo

Envio Internacional – Opções Disponíveis

É muito comum vermos pessoas que moram no exterior, viajam por longo períodos ou fazem intercâmbio se depararem com um obstáculo delicado: como fazer um envio internacional de forma eficiente, com boa cotação e baixa taxa de envio?

Pois é, as altas taxas de câmbio e burocracias em geral para um envio internacional fizeram com que surgissem ferramentas e processos focados em melhorar a experiência do cliente neste tipo de transação. Nesse artigo a Focco Turismo separou algumas opções de remessas internacionais e suas peculiaridades.

Opções de envio internacional de moeda estrangeira!

Enviar dinheiro para o exterior pode ser uma tarefa mais fácil do que imaginamos! Atualmente existem algumas alternativas que podem servir mais ou menos dependendo da sua necessidade. De qualquer forma, é importante conhecer as opções viáveis para optar pela melhor escolha em sua demanda. Vejamos:

1 – Envio via cartão pré-pago: consiste no uso de cartões pré-pagos de débito nas bandeiras Mastercard ou Visa, que podem ser recarregados a qualquer hora, por qualquer pessoa, nas lojas da rede em que ele foi adquirido.

É útil, pois recarregá-lo é bem fácil, bastando informar o CPF do titular do cartão e em qual moeda você deseja que a carga seja feita, normalmente sem a necessidade de pagamento de anuidade ou outro tipo de taxa de manutenção. Por outro lado, há de se aplicar uma taxa de 6,38% para a operação.

É uma operação ideal para quem não deseja fazer grandes transferências, consequentemente, não deseja pagar altas taxas administrativas normalmente vinculadas às operações nas transferências via banco.

2 – Envio via Correios: o Vale Postal Internacional é um meio de transferência internacional via agência dos Correios. É uma maneira mais econômica (taxas baixas) e prática (mais de 7000 agências oferecem esse serviço no Brasil) de se enviar dinheiro para o exterior.

A transferência é feita de maneira simples, bastando ir a uma agência dos Correios com os documentos do remetente e os dados do destinatário, incluindo o endereço, para que o beneficiário seja notificado através de carta e assim retire sua remessa quando estiver disponível no país de destino.

Esse tipo de operação necessita bastante atenção do beneficiário, pois a remessa ficará disponível para saque apenas até o último dia do mês seguinte ao recebimento, com exceção de transferências para a França (um ano de validade) e Itália (um mês de validade). Passado o período de carência sem saque, a quantia será devolvida ao emissário no Brasil.

O baixo valor desse tipo de operação se dá pelo fato de não haver cobrança de tarifa no recebimento da remessa, sendo cobrado apenas uma taxa de R$35 + 1,5 sobre o total a ser enviado. O ponto negativo é que, infelizmente, é uma operação restrita a poucos países.

3 – Envio por meios eletrônicos: as plataformas digitais também já se tornaram opções viáveis para quem quer fazer uma remessa internacional. O uso desse modelo de transferência é feito a partir de um cadastro no site escolhido, tendo atenção para o preenchimento de todos os dados corretamente, seus e do destinatário, uma vez que qualquer dado em desacordo pode ocasionar um possível estorno.

É uma opção viável e moderna, mas que também oferece certas desvantagens, principalmente para quem quer tirar uma dúvida ou comparar os diferentes tipos de taxas e serviços disponíveis.

Além disso, o pagamento não pode ser feito via boleto, apenas transferência bancária, fazendo com que quem não tenha tanta habilidade e experiência no ramo tenha dificuldades para acessar sua própria conta na plataforma, se informe com agilidade e saiba navegar na ferramenta que não é tão intuitiva quanto sugere.

4 – Envio via banco: Caixa, Banco do Brasil, Itaú e Santander são algumas das instituições bancárias que realizam transferências internacionais. É verdade que nem todos os países estão disponíveis, mas maioria das moedas dos destinos preferidos dos brasileiros é atendida por, pelo menos, uma das instituições bancárias (dólar americano, australiano, canadense, neozelandês, euro, franco-suíço, iene, libra esterlina e outros).

Os bancos possuem regras comuns como taxa de IOF, necessidade do uso do código SWIFT ou ABA do banco de destino para a transferência, além do remetente e destinatário serem de titularidades diferentes. Por outro lado, as taxas praticadas são variáveis, e costumam ser caras em comparação a outras opções, principalmente pela não especialização nesse tipo de operação por parte dessas instituições.

5 – Envio via casas de câmbio: oferecem essa possibilidade através de uma ordem de pagamento. Para esse tipo de transação o Banco Central definiu um limite de até R$ 10 mil em espécie. Acima desse valor, as operações devem ser feitas apenas através de transferência bancária ou cheques.

Nesses casos, as taxas administrativas e o câmbio praticado podem variar muito de acordo com a casa de câmbio escolhida e o serviço demandado. Por isso a importância de pesquisar e comparar a experiência de diferentes instituições.

A grande vantagem deste meio de envio internacional é a praticidade e acompanhamento profissional, unindo a agilidade das operações e processos mais modernos e otimizados do mercado com um acompanhamento profissional personalizado.

Conte a Focco Turismo para auxiliá-lo em suas remessas internacionais

A Focco Turismo é uma casa de câmbio com experiência nos processos de compra e venda de moedas estrangeiras, na formatação de pacotes de turismo e na realização de diferentes operações de remessas internacionais como:

1 – Transferência de patrimônio: envio de valores ao exterior correspondentes ao patrimônio de pessoas que estejam se mudando;

2 – Manutenção de residentes: envio a título de manutenção de pessoas físicas no exterior. Exemplo: estudantes universitários, adolescentes em intercâmbio e parentes próximos;

3 – Disponibilidade no exterior: envio de recursos em depósito em conta no exterior de titularidade do cliente;

4 – Serviços de educação: pagamento de taxas escolares, congressos, seminários, inscrição em cursos, despesas cobradas por instituições de ensino (alojamento, alimentação, fornecimento de material didático e outros);

5 – Envios corporativos: envio empresariais, pagamentos e recebimentos internacionais, importação e exportação e outros.

Investimos na capacitação de nossos executivos de contas, sempre prontos para te auxiliar na análise da melhor cotação, encontrando os processos mais modernos e ágeis que garantam menores taxas, menos burocracia, mais eficiência e um atendimento totalmente personalizado.

Quer a melhor cotação e serviço para o seu envio internacional? Na Focco Turismo você faz suas transferências internacionais devidamente autorizadas e regulamentadas pelo Banco Central do Brasil sem perder nada em segurança, rapidez e transparência. Contacte-nos, preencha o formulário abaixo e veja como podemos te auxiliar nessa operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dólar Americano (USD):
Consulte
EURO (EUR):
Consulte
Libra Esterlina (GBP):
Consulte
Dólar Australiano (AUD):
Consulte
Dólar Canadense (CAD):
4.3776
Franco Suiço (CHF):
Consulte
Fale com um consultor agora!