Remessa de Dinheiro ao Exterior para Comprar Imóvel | Focco Turismo

Remessa de Dinheiro ao Exterior para Comprar Imóvel

É notório o destaque brasileiro no ranking de principais investidores em imóveis internacionais. Em Paris, por exemplo, os clientes brasileiros já ocupam o terceiro lugar entre os estrangeiros que mais compram apartamentos nos bairros nobres da cidade. Nesses termos, a remessa de dinheiro ao exterior para comprar imóvel vem se tornando uma das operações cambiais mais requisitas em casas de câmbio e correspondentes cambiais.

Cada vez mais brasileiros vêm alimentando o sonho de morar em outros países, e isso possui sim uma explicação lógica. Na França, por exemplo, os juros para comprar um imóvel internacional são muito menores do que no Brasil e o financiamento muito mais acessível (podendo atingir cerca de 80% do valor do imóvel).

Como comprar imóvel no exterior

Comprar imóvel no exterior via remessa internacional já é uma operação normatizada pelo Banco Central do Brasil e pode ser realizada através da contratação cambial com um corretora de câmbio ou correspondente cambial.

Para isso, a melhor forma de estar pronto é conhecendo as burocracias e exigências legais para realizar a remessa de dinheiro do país onde se pretende adquirir a residência.

O envio de remessa internacional via fechamento de câmbio se faz necessário a abertura de conta junto ao Banco de Câmbio ou de cadastro para fechamento de câmbio junto a uma corretora de câmbio.

Quais os documentos normalmente exigidos para a compra de imóvel no exterior?

Os documentos cadastrais normalmente exigidos são:

  • Documento válido com identificação com foto (residentes fiscais no Brasil geralmente é solicitado o RG e CPF);
  • Comprovante de endereço evidenciando consumo (pelo menos 90 dias corridos da data do cadastro de intenção de compra);
  • Imposto de Renda – DIRPF (Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física) e recibo de entrega competente ao último exercício.

Claro, essa documentação varia de país para país, sendo que alguns exigem o passaporte válido e, em alguns casos, a apresentação de um visto válido também. Por isso, sempre conte com uma corretora que possa lhe apresentar as opções mais eficientes para a sua demanda específica.

Confira alguns exemplos

1 – Comprar imóvel nos Estados Unidos:

  • Se a compra for à vista, é possível que o processo seja realizado em solo brasileiro de forma rápida, por vezes evitando a necessidade de visto;
  • Após a escolha do imóvel, o comprador envia os recursos para uma conta própria no exterior, previamente aberta, como remessa de patrimônio;
  • Após isso, o valor é transferido para a conta do “escrow” (fiduciária) para que os advogados façam toda a transação, inclusive verificando questões jurídicas do vendedor e do imóvel;
  • A compra à vista exige documentos como: cópia do passaporte (páginas 1 e 2), comprovante de residência, prova de que tem recursos para comprar o imóvel (cópia de extrato bancário ou demonstrativo de aplicação financeira);
  • As aquisições financiadas exigem passaportes com visto válido, comprovante de residência e comprovação de renda financeira;
    Todos os negócios imobiliários nos EUA são realizados por meio das companhias de títulos (Tittle Companies).

2 – Comprar imóvel em Portugal:

  • O processo é burocrático;
  • A escolha do imóvel pode ser feita através de sites como o Imovirtual ou Casa Sapo;
  • Após escolher o imóvel, é preciso eleger um representante local, que será o responsável pelo pagamento dos impostos referentes à transação. A lei exige que os donos do imóvel ou seus representantes tenham domicílio no país ou em outras nações da União Europeia;
  • A compra pode ser feita através de escritura pública ou por um advogado particular;
  • O contrato deverá ser registrado em um cartório de notas no país;
  • O custo total da transação, com impostos, varia na casa dos 10% a 15% do valor do imóvel;
  • Portugal possui o Balcão Casa Pronta que permite a realização de todas as operações necessárias na celebração de contratos de compra e venda;
  • A aquisição de imóveis que tenham sido construídos há mais de 30 anos e que tenham um valor acima de 350 mil euros recebem a Autorização de Residência Especial para Investimento (ARI), que permite a circulação livre pelos países da União Europeia.

3 – Comprar imóvel no Reino Unido:

  • A compra de imóveis no Reino Unido (que abrange países como Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales) é um processo simples e que estimula a permanência no território;
  • Sites como o Zoompla ou Rightmove oportunizam imóveis e possibilitam a comparação de preços para uma melhor análise;
  • A contratação dos serviços de um “conveyor” são totalmente plausíveis. Trata-se de um agente que transfere propriedades do comprador para o vendedor, necessitando apenas a ajuda de um advogado para intermediar a transferência de valores;
  • O Reino Unido mantém uma cultura de troca de correspondência entre advogados (notes ou missíveis). Nesta etapa, geralmente o comprador dá um sinal de 10% do valor do imóvel para, na etapa seguinte, chamada de “completion”, acertar-se com o vendedor como será o pagamento do restante do valor;
  • A participação de advogados não é obrigatório, porém, pode ser útil para garantir as melhor condições possíveis na negociação que dura, geralmente, entre dois e três meses.

Conte sempre com profissionais qualificados e experientes no ramo para auxiliá-lo no processo de compra de imóveis no exterior!

A Focco Turismo é especializada na compra, venda, transferência e formatação de pacotes de turismo com moedas estrangeiras, priorizando sempre a tecnologia e eficiência, investindo em inovações e oferecendo processos que garantam aos clientes taxas baixas, menos burocracia, mais efetividade e um atendimento personalizado.

Na Focco o cliente pode efetuar ou receber transferências internacionais devidamente autorizadas e regulamentadas pelo Banco Central com rapidez, transparência e segurança. Contamos com uma equipe de executivos de contas treinados para lhe indicar a melhor opção de transferência internacional, desde transferências de patrimônio, de recursos para depósito em conta no exterior de titularidade do cliente, até na manutenção de residentes ou em serviços de educação.

Contamos com uma equipe de executivos de conta qualificados na:

  • Transferências de patrimônio: transferência de valores ao exterior correspondentes ao patrimônio de pessoas que estejam mudando de país (residência);
  • Disponibilidade no exterior: transferência de recursos de depósito em conta no exterior de titularidade do cliente;
  • Manutenção de residente: transferência financeira a título de manutenção de pessoas físicas no exterior. Público principal: estudantes universitários, adolescentes em intercâmbio e parentes próximos;
  • Serviços de educação: pagamento de taxas escolares, inscrição em cursos, congressos, seminários, despesas cobradas por instituições de ensino (alojamento, alimentação, fornecimento de material didático);
  • Transferências corporativas: transferências empresariais, pagamentos e recebimentos internacionais, importação e exportação.

Na Focco Turismo você faz suas remessas internacionais devidamente autorizadas e regulamentadas pelo Banco Central do Brasil. Investimos pesado na busca por processos modernos e inovadores que garantam uma negociação justa e eficiente. Faça sua cotação, venha ver como podemos te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dólar Americano (USD):
Consulte
EURO (EUR):
Consulte
Libra Esterlina (GBP):
Consulte
Dólar Australiano (AUD):
Consulte
Dólar Canadense (CAD):
4.4178
Franco Suiço (CHF):
Consulte
Fale com um consultor agora!